Guia de Destinos

Colonia del Sacramento: o Guia Definitivo

A cidade mais antiga do país, colonial, consideravelmente preservada, fundada por portugueses em 1680 e administrada por espanhóis a partir de 1770 (observe as diferenças das arquiteturas portuguesas e espanholas nos prédios), declarada Patrimônio da UNESCO, bucólica, com ares de Paraty, cheia de recantos dignos de várias fotografias e próxima tanto de Montevidéu quanto de Buenos Aires. Essa é Colonia del Sacramento, a 180 km da capital uruguaia.

Colonia del Sacramento – Uruguai

colonia del sacramento

Passagens aéreas baratas 2018 para voos de madrugada, elas realmente existem? Clique no link e saiba mais.

Quanto tempo ficar

Um dia só – uma manhã ou tarde – já basta para conhecer o Centro Histórico, o principal ponto turístico de Colonia. Existem alguns museus (e com um único passe, no valor de $50,00, você tem direito a visitar os principais), mas são peças acessórias num passeio cujo charme está no conjunto arquitetônico tombado.

Agora, se você quer sentir a aura do lugar, passe uma noite e parta no dia seguinte para seu próximo destino. Nos fins de semana, é mais provável encontrar uma cidade mais movimentada à noite. E fora do verão e do seu forte calor, é mais agradável de caminhar ao ar livre.

Como chegar

🚗 CARRO | Saindo de Montevidéu, pela Ruta 1, passando por duas praças de pedágio na ida e na volta ($80,00 cada). A viagem leva de 1h30 a 2h. A maior parte do trajeto é em pista dupla e com bom asfalto (é até monótono). Atente-se, porém, para os radares no caminho.

🚎 ÔNIBUS | Você tem duas opções de empresas de ônibus para ir de Montevidéu a Colonia: a COT (www.cot.com.uy), mais usada, e a Turil (www.turil.com.uy). A viagem, neste caso, leva 2h30, pelo menos. E os ônibus saem de Montevidéu tanto do aeroporto de Carrasco quanto da rodoviária Tres Cruces.

🛥 BARCO (buques) | Colônia é o ponto mais próximo de Buenos Aires, separadas pelo Rio de la Plata. Três empresas oferecem o serviço de transporte entre as duas cidades, desde buques rápidos (1h) aos mais lentos (3h), sendo a Buquebus a mais tradicional e confiável para viagens e a única que transporta carros também. Esse meio de transporte é muito usado para se chegar a Montevidéu ou Punta del Este vindo da Argentina por ser um pouco mais barato e oferecer mais opções de horários do que direto para a capital. De Colonia partem ônibus com destino às duas cidades uruguaias. Tanto que a Buquebus vende em conjunto os dois trechos (buque + ônibus). Se você estiver em Montevidéu e for continuar a viagem para Buenos Aires, ou vice-versa, e ainda quiser conhecer Colonia, vá de ônibus para lá, deixe as bagagens nos lockers da rodoviária – o “deposito de equipaje” (ou, se sua mala, for muito grande, na lanchonete ao lado por $50,00), passeie pela cidade e siga de barco, em seguida, para a capital argentina. Tudo no mesmo dia. Funciona. A diferença é que os tickets de ônibus e barco têm de ser comprados em separado.

Reparou que é mais rápido chegar em Colonia vindo de Buenos Aires do que de Montevidéu?

Onde se hospedar

Se sua intenção é pernoitar em Colonia, sem dúvidas, escolha uma hospedagem no Centro Histórico. Só assim você terá a experiência de vivenciar todo o clima envolvente da cidade, pouco iluminada à noite, mais vazia e populada por locais e casais passeando pelas ruelas, a maioria de pedra. Com certeza, uma atmosfera bem mais charmosa e diferente do que durante o dia. Procure saber se sua hospedagem não oferece um tour guiado incluído no valor da diária.

A primeira grande promoção de passagens aéreas 2018 já foi ao ar, você perdeu? Não perca as próximas! Curta nossa página no Facebook ou siga-nos no Instagram e fique por dentro.

 O que conhecer

colonia del sacramentoA melhor dica em Colonia del Sacramento é: vá para o Bairro Histórico e perca-se nas ruas. Você tem duas opções para fazer isso por conta própria: caminhe ou alugue um carrinho de golfe (cerca de U$ 75,00 por dia) e passeie motorizado.

Observe as portas antigas, luminárias, casinhas coloridas, flores e calhambeques espalhados pela região. Ao longo da caminhada, você encontrará lojinhas de artesanato e souvenirs, pousadinhas e galerias charmosas e vários bares e restaurantes com cadeiras dispostas nas calçadas e vielas de pedra.

O Centro Histórico de Colonia del Sacramento é relativamente conservado, principalmente as construções espanholas, e, com um mapa distribuído no Centro de Visitantes próximo à muralha da porta de entrada antiga da cidade, será bem mais fácil identificar os principais pontos. É possível também agendar um tour guiado (a pé) ali, se seu hotel não oferecer. A visita dura umas 2h.

Uma outra opção de tour é o de bicicleta disponível no Bike & colonia del sacramentoCoffee, que aluga as bikes aos sábados às 15h e domingos às 11h. Está localizado na Calle San Miguel, 81, ao lado da sorveteria El Cali.

Querendo um roteirinho básico, vá até a Calle Ituzaingó. É por ali que começa o Centro Histórico de Colonia. Inicie pelo Portón de Campo, o antigo portão da entrada da cidade, recuperado parcialmente há alguns anos com as pedras originais. Contornando a muralha, à esquerda, há um bom lugar para curtir a vista, sentar e relaxar. É o Bastión de San Miguel, antigo forte de Colonia. Alguns ganhões ainda estão por lá.

Seguindo pela Calle de San Pedro, à direita, está um lugar imperdível no Centro Histórico e provavelmente o mais visitado e fotografado – a Calle de Los Supiros – que abriga os casarios mais antigos da cidade e preserva o pouco que restou da arquitetura portuguesa, inclusive as pedras do seu pavimento original. Porém, apesar de todo seu encanto e de ser um ponto famoso pelos pedidos de casamento feitos por casais apaixonados, dizem que o nome está relacionado aos “suspiros” de tristeza dos escravos que chegavam em navios negreiros ao Uruguai pelo porto, próximo dali, e eram comercializados mais à frente, na Plaza Mayor. Outra versão é de que ali seria a zona de meretrício da cidade e os suspiros vinham das “atividades” dentro das casas.

colonia del sacramento

Reza a lenda ainda que quem subir e descer três vezes a pequena ladeira nunca mais terá problemas amorosos.

Depois de tirar muitas fotos no mais conhecido cartão-postal de Colonia, suba até a Plaza Mayor, a principal praça do Centro Histórico.

Nos arredores da Plaza Mayor, estão as ruínas do Convento de San Francisco e o El Faro de Colonia del Sacramento, na Calle San Francisco, e que pode ser visto de quase todas as ruas da cidade. Paga-se para subir no farol ($20,00), mas de lá tem-se uma vista muito bonita do Centro Histórico (são 118 degraus!).

Subindo a rua, em direção ao Muelle Yates, está a Plaza de Armas, também conhecida como Plaza Manuel Lobo, onde foi construída a Basilica del Santissimo Sacramento, a igreja mais antiga do Uruguai, também restaurada e que preserva seu design antigo com muros portugueses de pedra e ladrilho. Ali pode-se observar vestígios arqueológicos da Casa do Governador.

Termine a visita no Paseo de San Gabriel, um ótimo local para apreciar o pôr-do-sol, se já estiver na hora.

Um pouco além do centrinho, siga pelo Paseo de San Gabriel até o Muelle de Yates, também um bom colonia del sacramentolocal para assistir o fim de tarde. Passeie pelo píer, depois estique até o Teatro Bastión del Carmen, uma construção que já foi fábrica de sabão, curtume, lavagem de lã, armazém de grãos e hoje abriga um centro cultural.

Se houver tempo e vontade para turistar mais, dedique-se aos museus (a maioria ao redor da Plaza Mayor). Alguns deles são: Casa de Nacarello, Museu Português, Museu Municipal, Arquivo Histórico Regional, Museu Del Azulejo e Museu Espanhol. Há ainda, ao lado do Museu Municipal, o Museu Naval, que não aceita o passe único e cobra entrada à parte ($20,00). São todos pequenos e sempre fazem referência à história e à disputa de poder em Colonia pelos portugueses e espanhóis. Há o costume de pedir para o visitante esperar se, no museu, houver turmas de estudantes. Nem todos abrem no mesmo dia (costumam fechar dois dias na semana) e, mesmo que você queira conhecer apenas um, terá de pagar o valor do passe único para todos.

Uma dica: em dias limpos e bem claros, você terá a chance de avistar Buenos Aires do outro lado do Rio de La Plata na esquina entre as ruelas de la Playa e del Comércio del Rio.

A 3km do Bairro Histórico, no centro de Colonia, está a Plaza de Toros (ou Plaza Real de San Carlos), uma antiga arena de touros, que funcionou apenas durante dois anos (1910-1912) uma vez que o governo uruguaio proibiu as touradas no país logo em seguida. Ela está fechada à visitação no momento por risco de desabamento. Se você pretende ir até lá, alugar o carrinho de golfe pode ser uma boa opção, principalmente no verão.

Reais são amplamente aceitos em Colonia, porém com uma cotação um pouco inferior às de Montevidéu. Não se esqueça de utilizar o cartão de crédito, se possível, nos restaurantes para conseguir a devolução do IVA. Mais um incentivo para apreciar a gastronomia da cidade, acompanhada de um bom vinho uruguaio.

É promoção de passagens aéreas que você procura? Clique no link, acesse nossa página inicial e confira as últimas novidades.

Dica Rápida (mas não menos importante!):

A tensão em todo o território uruguaio é de 220V, com frequência de 50Hz. As tomadas mais comuns são de 3 pinos, redondos ou achatados, podendo ser encontrados adaptadores nos principais supermercados e, às vezes, de forma gratuita nos hotéis para empréstimo.

Deixe um comentário