Notícias

Flybondi planeja inaugurar diversos voos low cost no Brasil em 2020

Na sexta-feira (24/01), a Flybondi, companhia aérea low cost argentina, inaugurou a rota entre São Paulo e Buenos Aires. Os voos terão como ponto de partida o Aeroporto de Guarulhos e, como destino final, o Aeroporto El Palomar, localizado a 18 quilômetros do centro da capital argentina. 

De início, os voos irão operar apenas às segundas, quartas e sextas-feiras, de acordo com o direto comercial da Flybondi, Mauricio Saldaña. A partir de março, as operações aumentarão para quatro partidas semanais. As partidas de Buenos Aires acontecem às 15h10 enquanto as de São Paulo ocorrem às 18h45.

A empresa tem ainda mais novidades para o primeiro semestre. A partir do mês de março, Porto Alegre também terá voos diretos para a Argentina, funcionado aos sábados, terças e quintas-feiras. Está prevista, ainda, a operação de voos em mais duas cidades brasileiras até maio. Atualmente, o único trecho em operação da companhia é entre Rio de Janeiro e Buenos Aires.

A companhia aérea também está em processo de análise de mais cinco opções de cidades brasileiras. Brasília, Belo Horizonte e Recife são três metrópoles cogitadas para receber os voos. Até então, não há planos de fazer voos domésticos dentro do Brasil. 

Uma opção mais acessível

Companhias low cost como a Flybondi são opções acessíveis para um público que não deseja gastar muito com passagens aéreas. Cortam gastos derivados de serviços tradicionais para oferecer tarifas mais baixas. A premissa é que todos os passageiros tenham a mesma experiência, sem distinção de classes. 

Para conseguir ter preços cerca de 30% mais baixos à média do mercado brasileiro, a Flybondi transporta 189 passageiros em seus aviões. Este número corresponde a 15% a mais de uma empresa regular. Com mais assentos disponíveis, o preço por passageiro é reduzido. 

Além disso, consegue voos por uma média de 11 horas enquanto outras empresas do setor conseguem oferecer voos de apenas 8 horas. Outro fator é o tempo de duração do embarque. Mesmo com uma longa fila, o processo é feito em 30 minutos. Essa otimização permite que a aeronave seja usada para o seu objetivo final: a viagem.

Demanda do mercado brasileiro

O grande interesse dos brasileiros pelos voos para Buenos Aires e dos argentinos para o Brasil chamou a atenção da Flybondi. Foi analisado que 20% das passagens da rota entre Rio de Janeiro e Buenos Aires são compradas em território brasileiro. Em São Paulo, esse número cresce para 40%. Um dos objetivos de longo prazo da empresa é alcançar a marca dos 50%.

Atualmente, opera 24 rotas. Desde que chegou ao Brasil, em outubro de 2019, tem se destacado entre as companhias aéreas low cost.  A taxa de ocupação dos voos para o Rio de Janeiro é de 85%. Os voos de São Paulo já estão com ocupação de 80%, segundo dados da Anac.

Um dos empecilhos para a estratégia de expansão comercial, além da crise econômica na Argentina, é a quantidade escassa de aviões Boeing 737-800 NG. A frota da companhia é composta por cinco aeronaves.